LuIvanike

↑ Grab this Headline Animator

sábado, 27 de dezembro de 2008

Balanço de 2008...

Nestes meus 27 anos de vida, eu nunca havia feito um balanço de tudo que havia ocorrido na vinha vida nos últimos 365 dias que se passaram.

Este ano decidi que era hora de pensar nisso, afinal só se vive uma vez e, deixar de lado os acontecimentos, talvez me levasse a repetir nos próximos anos erros que poderiam ser evitados se reconhecidos precocemente.
Enfim, aqui vai tudo que bom e ruim que me aconteceu na minha versão dos fatos.
No ano passado eu não estabeleci metas, nem pensei no que queria para este ano que está acabando. Simplesmente vivi. Mas, diferente dos outros anos, vivi intensamente. Deixei que meu corpo e meu coração interagissem e se ouvissem, e me permiti me ouvir. Isso foi o que de mais positivo aconteceu comigo, mudei muito sim.
Aprendi a interpretar muitos sentimentos e lidar com eles. Banalidades não são apenas banalidades. São exercícios dos quais precisamos para nos tormar maduros e ter forças para enfrentar desafios maiores.
Quantas vezes escrevi "Sou atéia, não acredito em Deus!", entendi esse sentimento também. E, por isso me sinto vitoriosa, não sou um monstro por não acreditar em um "Senhor Todo Poderoso", me sinto especial por, agora, conseguir explicar a minha crença. Eu sinto que cada um dos seres viventes é Deus, e acredito que a bíblia foi uma forma que "encontraram" para ilustrar ações que devemos seguir ou adotar para atingir  a nossa divindade. Eu sou Deus quando abro o MEU Mar Vermelho e atravesso caminhos que jamais acreditei que pudesse atravessar. Eu sou Deus quando me presenteio com Incenso e permito que toda energia negativa seja liberada e me purifico. Eu sou Deus quando tenho Mirra que amarga a minha vida e me faz muito mais forte. Quando faço o Ouro do sorriso da minha filha enriquecer minha vida. São todos presentes dados a Jesus pelos Reis Magos e que sem interpretação, faz parecer que Natal é apenas dar presentes porque os Reis presentearam Jesus.
Estou feliz porque consegui enchergar uma interpretação que me faz feliz, me faz bem e corrobora com todas as minhas outras crenças (evolução, energia, positivismo...).

Como mãe, aprendi que posso sentir, dizer e agir como achar melhor para minha filha. Entendi o vazio que sentia desde o nascimento dela, uma cesárea eletiva. Cadê minha barriga? Estava chorando ao meu lado, de repente. Senti que faltou a passagem do trabalho de parto, faltou me preparar para um parto. Reconheço que fui imatura em aceitar uma cesárea sem questionamentos, e aprendi, finalmente, que meu corpo é parte da natureza. Sendo assim, ele está pronto para responder a todos os estímulos naturais que receber. O parto é um deles. Sou mulher, mamífera e tenho capacidade de parir como qualquer outro animal. E, assim como qualuqer outro animal, tenho que bajular minha filha, ela ainda é muito dependente de mim, do meu amor, dos meus cuidados. Abri mão de trabalhar fora de casa por sentir que era melhor para NÓS ficarmos juntas nesse momento, senti que dar um cheirinho no pescoço dela tinha um efeito mais calmante do que qualquer dose cavalar de maracujina, senti que brincar era mais gostoso do que ficar grudada no computador e, senti que dormir juntinho é delicioso, sentindo aquele bafinho quentinho no meu rosto. Me libertei, porque tudo isso que defendo hoje vai contra tudo que a sociedade prega. Por que um bebê de dois anos TEM que ser independente? Ele terá uma vida toda para aprender isso. Por que pegar no colo e beijar muito é mimar? Não existe nada mais íntimo do que o toque carinhoso entre mãe e filho. Por que bater é a melhor solução? Aboli palmadas, não quero minha filhota intimidada por um adulto enorme dando tapas nela, ela ainda é indefesa. Esse ano aprendi que o amor é sim incondicional, intransferível, imensurável e delicioso. E como tem sido gratificante ficar com a Dani o dia inteiro só para mim!

Aprendi a respeitar as opções do meu marido, afinal, ele também tem vontades, sonhos, ideais. Não pensamos e nem sentimos igual, somos diferentes e devemos usar essas diferenças para nos completar, e não para nos afastar.

Cresci internamente, intelectualmente, sentimentalmente. Li 13 livros este ano, alguns muito bons que lia em dois dias, outros que não prenderam minha atenção e li em um mês. Mas cada um, da sua maneira, me fez ter visões diferentes de muitas coisas. Posso amar fervorosamente, amor comparado à vida e à morte, como a série Crepúsculo. Posso questionar sentimentos paternais, como O Filho Eterno. Posso ler as entrelinhas, como Eu Sou o Mensageiro. Posso cuidar da mnha filha sem a necessidade de manuais, como Criando Meninas. E posso mudar atitudes com ela, como Quem Ama, Educa. Posso crescer financeiramente, como Casais Inteligentes Enriquecem Juntos. Posso ler prazeirosamente como A Menina que Roubava Livros, ou fazer uma auto análise dos mes atos passados como O Caçador de Pipas. Deixo aqui, mais uma vez, meu estímulo à leitura. Ela me ajudou a mudar!

E, comigo, esse blog cresceu também! Tenho orgulho toda vez que leio comentários, que vejo muitas visitas, quando releio meus posts, nada profissionais, mas sinceros e dedicados!

Para o próximo ano vou traçar metas, continuar lendo, amar muito mais e ouvir mais também! Quem sabe não chego mais próximo da mnha divindade!!!!!

FEliz 2009 para todos!!!!

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

MANIFESTO PELA PROXIMIDADE DE CONTATO HUMANO NO ATO DO NASCIMENTO :

QUEM NASCE É UM SER HUMANO*

(chega de violência!)

* Por Rodrigo Vianna,

médico, pai e ser humano

Imagine a cena de uma criança sendo levada da mãe por estranhos e deixada em
um canto sozinha, nua e sem qualquer tipo de proteção emocional durante
algumas horas. Cruel, não?

Pois isto acontece diariamente com milhares de crianças que tem alguns
minutos de vida. Bruscamente são separadas de suas mães para serem levadas à
"segurança" de uma incubadora durante quatro a seis horas.

Infelizmente isto ocorre de uma forma tão rotineira e há tanto tempo, que a
impressão que passa é que esta é a forma certa de cuidar de um
recém-nascido. Mas quando paramos para pensar que este recém-nascido na
verdade é um ser humano e que também tem sentimentos e sensações como: dor,
medo, insegurança e raiva, podemos então fazer as seguintes perguntas: não
poderíamos fazê-lo sentir proteção, amor, aconchego, tranquilidade, desde
esse primeiro minuto de vida? Que modelo de comportamento queremos que
nossos filhos reproduzam?

A natureza deu ao ser humano uma capacidade de amar que é única! Porém,
constantemente ele precisa de estímulos para o desenvolvimento e a
solidificação desta capacidade emocional. Afinal, existem também inúmeros
estímulos que fazem com que o ser humano desenvolva potenciais de
agressividade, egoísmo e violência.

Hoje em dia, cientificamente já se mostrou que existe na mãe, uma enorme
descarga hormonal com o nascimento do bebê. Dentro desta primeira hora é que
é de extrema importância que a mãe pegue seu filho no colo, olhe-o,
cheire-o, sinta-o e vice-versa. Há necessidade orgânica disto, mediada por
hormônios. Hormônios que seriam responsáveis pelo vínculo mãe-bebê, o qual
seria o protótipo de todas as formas de amor. Privar isso, seria aumentar a
chance de depressão pós-parto, desmame precoce, perda de capacidade afetiva.

Um famoso obstetra e humanista francês, Dr. Michel Odent, disse com muita
sabedoria: "Para mudar o mundo é preciso mudar a forma de nascer" . E antes
disso outro expoente médico, o psiquiatra e psicanalista Wilhelm Reich, já
havia declarado: "A civilização começará no dia em que o bem-estar dos bebês
recém-nascidos prevalecer sobre qualquer outra consideração".

Temos de dar os estímulos certos! Hoje em dia vivemos em uma sociedade onde
a todo instante queremos gritar por um basta à violência. Infelizmente
talvez, os que hoje compõem esta sociedade já não conseguiriam modificar
suas atitudes. Mas os nascimentos continuarão ocorrendo e aí teremos uma
chance. Precisamos de pessoas que nasçam e cresçam crendo que amar vale a
pena e que não é fora de moda. Pessoas que reproduzam esta mensagem através
de atitudes que aprenderam logo ao nascimento.

ESTE É UM MOVIMENTO EM PROL DA HUMANIDADE, DO AMOR, DA FELICIDADE, DA
HARMONIA SOCIAL, DO DESENVOLVIMENTO DO "INDIVÍDUO COLETIVO", DA CAPACIDADE
DE COMPREENSÃO, DA FRATERNIDADE.

SE VOCÊ ACHA QUE VALE A PENA, ENVIE ESTE DOCUMENTO PARA OUTRAS PESSOAS.

QUE AQUELES QUE SE ENCONTREM GRÁVIDOS, REIVINDIQUEM JUNTO AOS MÉDICOS QUE
LHE TRATAM (OBSTETRAS E PEDIATRAS) RESPEITO E CARINHO PARA COM O FILHO QUE
NASCE, POIS QUEM NASCE É UM SER HUMANO.

QUE AQUELES QUE SE ENCONTREM GRÁVIDOS, REIVINDIQUEM JUNTO AO HOSPITAL ONDE
TERÃO O BEBÊ, O QUE É PRECONIZADO PELA OMS E PELA SOCIEDADE BRASILEIRA DE
PEDIATRIA: CONTATO COM A MÃE NA PRIMEIRA HORA E ALOJAMENTO CONJUNTO DESDE A
IDA DA MÃE PARA O QUARTO.

NÃO VAMOS DEIXAR ESSA MENSAGEM PARAR DE CIRCULAR ENQUANTO NÃO OBTIVERMOS
MELHORES CONDIÇÕES DE NASCIMENTO.

www.gestacaoconsciente.com

apoio:
Portal Verde www.portalverde.com.br

Calor Humano www.calorhumano.com.br

sábado, 20 de dezembro de 2008

E agora é pra valer...

Vamos encomendar o irmãozinho da Dani. Foi muito difícil tomar esta decisão definitiva, são muitos fatores que envolvem ter outro bebê. Mas acho que só por ser planejado, será mais fácil!

O que me deixa mais feliz é estar decidida com relação à forma como vamos conduzir essa gestação, o parto e o pós-parto.
Depois de começar a frequentar o grupo Nascer com Respeito entendi o que era o vazio que sentia, a sensação de algo inacabado.
Tive a Dani por uma cesárea eletiva, não busquei informações para tê-la de outra forma, e ninguém tentou me convencer que era melhor ter um parto normal. O fato de ter escolhido o dia em que ela nasceria não me deixa culpada. O que me deixa culpada foram as conseqências dessa decisão. Talvez, se tivesse esperado que ela nascesse e não fosse nascida, ela tivesse amadurecido fisiológicamente para não ter ficado com o sopro no coração, tivesse amadurecido para não ter uma icterícia forte como ela teve. Não condeno quem prefere uma cesárea, é uma forma moderna de nascer, uma opção. Mas com o próximo bebê, esta e muitas outras opções estão descartadas.
Decidimos que teremos um Parto Domiciliar. Acho que me sentirei muito mais segura e respeitada tendo meu bebê em casa, com meu marido e minha filhota, rodeada de carinho e amor! É claro que teremos o plano B, C e D se for necessário, mas estou me concentrando para um PD. Isso já é certo para minha cabeça e para meu corpo.
E o futuro filhote já tem até nomes escolhidos: Rodrigo ou Alice (por causa da vampirinha simpática da série Crepúsculo)
Beijos e um ótimo final de semana!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Problemas com pc...

Na sexta-feira meu PC foi infectado por um vírus que acbou com meu Windows. REsultado, estou no PC de casa, com a internet lenta e sem tudo que gosto no MEU computador! Ai que falta ele me faz.

Na semana passada falei com a Ana Laura para mudar o layout do meu blog. Queria algo mais profissional, mais a minha cara. Na  verdade as idéias tem me faltado. Principalmente neste assunto. Pensei em mudar o título do meu blog também. O Dani sugeriu "Cadê a mulher que estava aqui?", que sempre foi um título que me atraiu. Talvez seja um tanto quanto atrativo.
Vou tentar pensar em algo neste sentido.

No mais, comunico que encerraram ontem as participações no concurso Brincar, promovido pelo Mulheres na Rede e pelo Desabafo de Mãe (Quero meu outlook com meus feeds!!!). NA semana que vem divulgaremos os vencedores!!!!!

Então é isso... Vou voltar para minha atividade de Natal (estamos colando bolinhas coloridas em uma árvore de Natal!!!!).

BEijos

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Última semana...

... Ainda dá tempo de participar do concurso brincar, é a última semana. Deixe seu comentário neste post ou em outro do tema contando qual a importância de brincar com seu filho!!!
As respostas são muitas: Desenvolvimento motor, neurológico e afetivo, aprendizados mil (limites, regras...).

Se você quizer, pode participar nos outros blogs, todos os temas são interessantíssimos.

Segue a lista de blogs e seus temas:
Acontece aqui - Quais são os brinquedos que seu filho mais gosta?
Onde está a Oli? - Onde você brinca com seu filho?
Meu Estilo - Como você pode brincar através da arte?
O futuro do presente - Como pais e filhos brincam?
Faça de sua vida uma obra de arte - Quais os desafios de brincar com seu filho?
Web D+ - Você brinca com seu filho?
Lu Ivanike - Qual a importância de brincar com seu filho?

PArticipe e concorra a prêmios para seu filhote!!!!!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Consumo Consciente

Há um tempinho atrás fui convidada pela Sam me convidou a participar de um chat sobre Sustentabilidade promovido pelo BAnco Real. Peguei somente o finalzinho mas adorei ter lido e visto o quanto este tema tem sido abordado com ênfase e tem recebido seu devido valor.
Amanhã, acontecerá outro debate, das 12:30h Às 13:30h, e o convidado será Hélio Mattar, presidente do Instituto Akatu, e o tema será Consumo Consciente.
PAra participar, é só entrar no site http://www.bancoreal.com.br/sustentabilidade , clicar no Banner Videochat e participar enviando perguntas e debatendo o assunto!
Vamos participar, vale a pena pensar no planeta que queremos deixar para o futuro!!!!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Graças ao desfralde, me conheci...

Quem já tem filhos grandinhos (maiores de 3 anos) já deve ter passado por isso, de uma maneira fácil ou difícil, mas já passou. Já faz um tempo que tenho me sentido preparada para desfraldar a Dani. Sim, você leu direitinho, eu estou preparada!
Minha mãe sempre encarou tudo que fosse relacionado aos filhos como hora ou fase. Engraçado como sou diferente de muitas mães que conheço. E como sou diferente da mãe que nasceu junto com minha filha. Foram muitos momentos difícieis em que me tornei uma mãe neurótica. Até mesmo, porque família estava de vigilância constante (esses são os termos) e sempre tive medo de perder minha filha para os outros por descuido.
Enfim, chutei o balde e deixei a mãe relax, natural se apoderar de mim. Parei de ouvir outras pessoas e me incomodar com opiniões não pedidas.
E não é que estou me sentindo muito melhor. Como mãe, principalmente! Estou me deixando ouvir minha filha, aboli as famosas palmadas no bumbum ou na mãozinha, não me incomodo com as noites de carência da Dani em que ela quer domir cheirando meu pescoço, não me incomodo mais com a comida que cai da colher no chão quando ela resolve comer sozinha. E, agora, não tenho me incomodado com as escapadas de xixi no chão.
E esse é o ponto, eu estou madura como mãe para ensinar a minha filhota a usar o banheiro. É claro que minha casa está cheirando a banheiro de rodoviária e muitas vezes larguei tudo para atender ao chamado "Mamãe, xixi banheio" e o xixi saiu antes da frase terminar, mas a alegria da minha mocinha usando calcinhas das Princesas é muito maior que a mancha no carpete.
Hoje não tivémos nenhuma escapadinha, mas ela tambem não fez nenhum xixi. Acho que isso é positivo, ela está aprendendo a controlar a vontade.
A minha felicidade é mais por ter me descoberto uma mãe paciente e atenciosa, muito mais do que era antes. Acho que encontrei a chave para o melhor relacionamento com minh gatinha!

E a nossa proxima aquisição literária serão os livros Cocô no trono e um outro que o tema é relacionado, mas esqueci o nome!!!!!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Papai também brinca...


Se engana quem pensa que quando o bebê nasce só a mamãe é que fica com a parte gostosa da história. A mamãe amamenta, dá banho, troca as milhares fraldas diárias, brinca e coloca para dormir. Tem muito pai que divide o trabalho e já tem muito pai consciente da importância do contato com o bebê desde o nascimento.
Quando o bebê nasce, os mehores brinquedos, mais interativos, mais engraçados e divertidos, são os pais. O bebê adora ver o Papai fazer caretas, sons com a boca, bater palmas, cantar vendo os lábios mexerem. Tudo é divertido com esse brinquedão. Além do mais, estreita os laços afetivos em pai e bebê. Papai também brinca SIM!!!!
E não esqueça do nosso concurso brincar, participe!

OS blogs participantes são:
Segue a lista de blogs e seus temas:
Acontece aqui - Quais são os brinquedos que seu filho mais gosta?
Onde está a Oli? - Onde você brinca com seu filho?
Meu Estilo - Como você pode brincar através da arte?
O futuro do presente - Como pais e filhos brincam?
Faça de sua vida uma obra de arte - Quais os desafios de brincar com seu filho?
Web D+ - Você brinca com seu filho?
Lu Ivanike - Qual a importância de brincar com seu filho?



BEijos

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Última parada 174

Para comemorar 4 anos de casados, eu e o Dani fomos ao cinema assistir Última Parada 174, indicação de Melhor Filme Estrangeiro ao Oscar. Dirigido por Bruno Barreto, conta a história de Sandro Nascimento, adolesente sobreviente do massacre da Candelária que sequestrou um ônibus no Rio de Janeiro em 2000 e que terminou com a morte da última refém do ônibus por políciais.
No filme é aprensentada uma Ong que trabalha com menores da favela e mostra que só participa das atividades quem realmente quer. Não era o caso de Alê (apelido de Sandro), que deixou a Ong para roubar e manter o vício de drogas.
Mas, queria chegar aqui: Até que ponto pode-se interferir na decisão de uma pessoa que tem opções boas e ruins? E o que leva essa pessoa a escolher a opção ruim?
O Alê não sabia ler e se negava a aprender. Por que?
Não dá para dizer que o "coitadinho" é vítima da sociedade e do governo, porque ele teve opções. E eu, definitivamente, não gosto de filmes que mostram bandidos como vítimas. Existem tantas pessoas que vivem em condições de miséria e não roubam nem um pão, vivem honestamente e assim ensinam aos filhos.
Bem... Só para completar minha indignação, há dias eu queria postar sobre isso, mas acabei me entretendo com outros assuntos e deixei este (que é tão imprtante quanto qualquer outro) de lado. Mas, tem algma relação com o que acabei de escrever.
Há alguns dias li em diversos sites de jornais que o governo havia cortado parte das verbas destinadas á educação (tranporte e estrutura) como forma de prevenção à crise mundial.
Pelo amor... Um clichê, mas é por isso que esse país não vai pra frente!!!! Eu sugiro cortes nos salarios de deputados e vereadores; Eu sugiro cortes na produção de trajes caríssimos usados pelos Sr. Presidente e a Sr. Primeira Dama; Eu sugiro a redução do limite de crédito do Cartão Corporativo dos políticos; Eu sugiro muitos outros cortes, que me parecem mais supérfluos que comprar ônibus escolar para áreas rurais onde as crianças andas kilômetros a pé, ou na caçamba de caminhões para chegar à escola.

Isso é um absurdo!

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

4 anos de muito amor...

Ontem foi meu aniversário de casamento. 4 anos já... Como o tempo passou depressa!
Mas foi tão bom. Fomos ao cinema e depois fomos ao babilônia, uma "Baladinha". Nossa, me senti uma senhora idosa quando, às 2h da madrugada, eu estava bocejando! Pois é, bons tempos os em que passávamos a noite dançando!
O mais engraçado era a minha anciedade em buscar minha gatinha, que ficou com a Tia-Avó. Ai, que angústia em querer tê-la por perto!
Mas, voltando ao aniversário de casamento, fiquei pensando em quanto amo meu maridinho! Depois de quatro anos, é claro, muita coisa mudou, mas nosso amor amadureceu, além de marido e mulher, somos pai e mãe, amigos e colegas de trabalho.
Divergimos em algumas opiniões, mas nos respeitamos e isso é o mais importante. Respeito!!!!!
E o que me deixou mais feliz, na nossa noite de balada, falamos sobre tudo e nossa filha não foi o tema pirncipal da nossa conversa. Minh mãe fal que quando um casal só tem como assunto comum os filhos, então é hora de acender a luz amarela!

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Surpresa que os filhos nos fazem!

Hoje estive no shopping com a Daniela para lhe comprar um presente de Natal com com dinheiro que o Bizo mandou! Fui direto para a loja de brinquedo. Ela parou no corredor e falou para o Pai:

"Quero um libro, Papai!"

Quem recusa dar um livro para o filhote, ainda mais quando é pedido assim!!!!!
HAHAHHAHAHAH
O livro que ela escolheu foi um em que as formas geométricas saem e encaixam como peças de quebra-cabeça!

Lindo!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

EU TE AMO


Achou o título estranho para um post sobre brincadeiras? Pois é exatamente isso o que fazemos quando estamos brincando com nossos filhos. É a mensagem escondida no tempo que dedicamos a eles, dentro do seu mundo. Brincar só tras vantagens:
- Combate a obesidade infantil, pois a criança fica em constante movimento;
- Faz dormir melhor;
- A torna mais resistente a doenças pela liberação de hormônios do bem estar;
- Estreita os laços afetivos entre pais e filhos.
Além de muitos outros benefícios. A revista Pais & Filhos diculgou uma pesquisa no ano passado que trazia as seguintes estatisticas:

  • 53% dos pais brincam com seus filhos diariamente;
  • 84% dos pais acham que para estarem preparados para o futuro, os filhos devem estudar mais do que bricar;
  • 14% dos pais reconhecem o brincar como um aliado no desenvolvimento infantil, reconhecendo a ajuda no apredizado como um dos principais benefícios desta atividade.

Então vamos lá, deizer EU TE AMO aos nossos pimpolhos todos os dias em todos os momentos possíveis! E nada mellhor do que fazer o serviço completinho. Então, participe do concurso BRINCAR e dê sua opinião, sugestão ou o que for para ajudar muitos pais e mães a reaprender a brincar. OS blogs participantes são:
Segue a lista de blogs e seus temas:
Acontece aqui - Quais são os brinquedos que seu filho mais gosta?
Onde está a Oli? - Onde você brinca com seu filho?
Meu Estilo - Como você pode brincar através da arte?
O futuro do presente - Como pais e filhos brincam?
Faça de sua vida uma obra de arte - Quais os desafios de brincar com seu filho?
Web D+ - Você brinca com seu filho?
Lu Ivanike - Qual a importância de brincar com seu filho?



Participe!

sábado, 22 de novembro de 2008

Coincidência ou não...

Mas valea pena entrar!!! Hoje, entrei em meu blog e vi o anúncio do OMO cujo tema do m^s é Brincar e a Cultura da Paz.
O tema aborda a negociação das brincadeiras como uma forma de cultivar a paz. Dêem uma olhadinha e pensem no nosso concurso.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Trabalhando em casa

"Não há lugar como o lar!"
Como é bom até trabalhar no conforto do lar. Ontem trouxemos os computadores para casa e estou trabalhando aqui. Mesmo porque a Daniela tirou férias antecipadas e achei que era melhor para nós ficar em casa. E, sinceramente, me surpreendi o quanto tem rendido meu trabalho. MAis do que rendia lá. Achei que aconteceria o contrário, por estar em contato direto com a Dani. MAs minha mocinha está crescidinha e entendeu que a mamãe precisa trabalhar um pouco para poder brincar e passear.
Agora, só preciso organizar bem meus horários, ter uma rotina mesmo para dar bem certinho, como estou planejando!

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

As relações nas brincadeiras...


Não estou me referindo às relações interpessoais. Estou me refereindo às relações entre figuras, nomes e utilidades.
A mais nova brincadeira que a Daniela aprendeu foi memória com bichos. Não que ela jogue o jogo tradicional, fichas viradas e ter que lembrar onde estava a figura igual. Mas ela brinca procurando as semelhanças entre as figuras, imitando os bichos e lembrando das histórias que contém cada bicho. estando o Jogo da Memória bem aprendido, passamos ao dominó dos bichos. Esse foi um piscar de olhos para ela aprender. É... Criança aprende rápido mesmo! O que me deixa muito feliz é saber que brincado estreito o laço afetivo que temos (que já é bem forte, não querendo me gabar!) e aproveitamos muito mais do que a televisão para que ela aprenda, porque brincar é aprender a respeitar, a ter limites, a ter liberdades, a se valorizar... Puxa, e como é bom brincar!
Se você é mais uma mãe ou pai apaixonado por ver seu filho feliz bricando, participe do concurso BRINCAR . É fácil, basta contar aqui, em um comentário, qual a importância das brincadeiras para seu filhote. Para a minha filha, todas as já citadas, e para o seu? Aqui, o pr´^emio é um CD Trilhas de Cinema/MPBaby.

E, além deste tema, participam ainda do oncurso outros temas, participe... Seu filho agradece feliz!

Segue a lista de blogs e seus temas:
Acontece aqui - Quais são os brinquedos que seu filho mais gosta?
Onde está a Oli? - Onde você brinca com seu filho?
Meu Estilo - Como você pode brincar através da arte?
O futuro do presente - Como pais e filhos brincam?
Faça de sua vida uma obra de arte - Quais os desafios de brincar com seu filho?
Web D+ - Você brinca com seu filho?
Lu Ivanike - Qual a importância de brincar com seu filho?


Beijos e boas brincadeiras!

sábado, 15 de novembro de 2008

Paixão à primeira lida!


Sim... O título é este mesmmo!
Uma amiga emprestou para que eu lesse o livro Crepúsculo de Stephenie Meyer. A príncipio achei que seria um livro bobinho, imagine só, um livro que descreve uma história com vampiros ser bom!
Eis que em quatro dias li (um livro de 340 páginas), ou melhor, devorei!
Me apaixonei pelo personagem principal, Edward, um vampiro! É um livro que envolve, nos faz viver a história, chorar, sofrer, roer as unhas e se deliciar com o romance! Fiquei tão encantada e hipnotizada, que no dia seguinte comprei o livro Lua Nova que é a continuação de Crepúsculo. Eis que ontem li 142 páginas antes de dormir. E só parei porque hoje teria que trabalhar!
Como é delicioso ler livros que nos inspiram, nos fazem suspirar, desejar coisas e pessoas, imaginar!
Bem, saindo um pouco do tema Vampiros, outro livro que estou lendo (e me arrependo por não ter dado tanta atenção quanto dei ao Crepúsculo) é O Filho Eterno de Cristóvão Tezza, livro que retrata a relação (aos olhos do Pai) entre pai e filho portador de Síndrome de Down em uma época que a pessoa Down era vista com olhos preconceituosos (pela falta de conhecimento) e era discriminada pela aparência diferente.

Resolvi citar O Filho Eterno porque ontem, quando estava no Tubo esperando o ônibus com a Daniela e o Daniel, uma menina Down veio conversar conosco sobre a Barbie da Dani e, rapidamente tirou da bolsinha dela duas Barbies que tinam nome, estavam com xucas no cabelo e eram tratadas como crianças. Achei tão lindo!

A mãe da menina falou uma coisa tão absurda que me senti na obrigação de contrariá-la. FAlou que a menina (com 11 anos) já era grande para brincar com bonecas, mas que ela não queria deixar de lado de jeito nenhum. PODE? Todos os dias torço para a Daniela chegar aos 12 anos brincando e imaginando, não quero que ela saia caçando namorados com 12 anos. Quero que ela brinque muito e se divirta como crinaça o maior tempo possível, mesmo porque, ela terá a vida toda para ser adulta!


Beijos e aqui ficam minhas indicações!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Por que brincar?????

Outro dia li em uma reportagem (e até postei sobre o assunto) que apenas 17% dos pais brincam com os filhos=(
Chocados??? Eu também fiquei, mesmo porque nestes últimos meses tenho revivido os chás imaginários com bonecas, os jogos de memória, as brincadeiras de casinha. Como???
Com minha filhota! Faz um tempo que ela começou a brincar usando a imaginação e temos nos divertido muito! O exercício mental que ela realiza nas nossas brincadeiras é fantástico. A BArbie se arruma para ir na casa do Vovô (como ela faz todos os domingos) e dorme ouvindo ela cantar "ançar Pipão, uuuuuusalão Pipão, tão ita canção Pipão".
É lindo como ela transporta a realidade dela para as brincadeiras. Como disse, um exercício mental!
Às vezes me sinto tão culpada por estar ocupada demais para ela, mas até a hora de tirar o pó é uma brincadeira.
Sabendo a importância da brincadeira para as crianças, o Mulheres na Rede está com um novo debate, tendo a participação de sete blogs engajados em mostrar a importãncia das brincadeiras para adultos e crianças.
Segue a lista de blogs e seus temas:
Acontece aqui - Quais são os brinquedos que seu filho mais gosta?
Onde está a Oli? - Onde você brinca com seu filho?
Meu Estilo - Como você pode brincar através da arte?
O futuro do presente - Como pais e filhos brincam?
Faça de sua vida uma obra de arte - Quais os desafios de brincar com seu filho?
Web D+ - Você brinca com seu filho?
Lu Ivanike - Qual a importância de brincar com seu filho?

Participe e concorra a prêmios!!! Você e seu filhote saírão ganhando: ganharão o prazer da companhia um do outro!!!!
Beijos e boa sorte!!!!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Meio período X Frustração

Hoje a Dani começa a frequentar a escolinha meio período aoenas. Cortes de gastos! Estamos passando novamente por uma fase difícil $$$$ e estamos tendo que rebolar.
Mas, tenho pensado muito e concluí que sinto-me mais afetadas com mudanças do que ela. Faz três noites que tenho dormido à base de remédios, tenho sentido fortes dores no peito, não consigo me alimentar direito e tenho tido crises de choro muito frequentes.
Isso porque sinto falta da minha vida (novamente), sinto falta de escrever diariamente, sinto falta de passar roupa e cuidar da minha casa. Nunca imaginei que diria isso, mas sinto falta de ser dona de casa!
A Dani sempre soube lidar com a ausência da mãe, e isso tem me deixado muito culpada. Estou sempre muito ocupada para ela. O tempinho que me sobra é para fazer a janta, lavar louça, lavar e pendurar roupa, dar um jeitinho na casa e finalmente dar o banho nela e colocá-la para dormir. E nessa altura minha paciênca me permite cantar apenas uma vez o Pimpão. Meu coração fica partido, mas realmente, não estou bem!
E Daniel está muito angustiado com essa minha fase, faz o que pode para me ajudar, mas a única coisa que tem ajudado são os remédios que ele me dá para dormir profundamente.
Essa semana receberemos visitas na nossa casa e isso também está mexendo comigo. São amigos do Daniel (uma família) mas que nunca vi na vida, ai... Como vai ser?

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Obesidade Infantil...


Há muito tempo tenho sofrido com críticas sobre o peso da Daniela. Não, ela não está acima do peso. Muito menos abaixo. O peso dela está ideal para a altura (ela é baixinha!).
Quem critica são as pessoas que passam meia hora da semana com ela e acham que sabem mais que eu, que passo 24 horas com ela. Enfim, todos (familiares) acham que a Dani é muito magrinha "Coitadinha, não dão comida pra essa criança!".
HAHAHHAHAHAHAHHAH
Enfim... Cansada dessa conversa, decidi me armar e cortar esse tipo de comentário.
Mas o que me fez escrever sobre o assunto, foi o relato de uma mãe que está sofrend com o sofrimento da filha. Aos 10 anos a menina pesa 55Kg e usa calças tamanho 38 de adulto. Ela conta que não consegue seguir as dietas propostas para a filha, que não consegue negar os doces que a filha tanto gosta. E na escola ela tem sofrido com a discriminação (volto a repetir, criança é cruel) e os apelidos que ela recebe. Culpa de quem? Dos pais.
Na minha casa não existe refeição que não seja acompanhada por saladas (diversas, sou adepta dos pratos coloridos) e posso me gabar de ver minha filha comer salada de um tmate inteiro com meia cebola e cebolinha verde com a mesma vontade com que ela come uma bolacha recheada.
Doces, só no final de semana. E depois de comer as frutas e saladas que ela TEM que comer diariamente.
Resultado: Uma criança saudável, dentro do peso e feliz, por não ser privada das guloseimas. Nós estamos a educando para saber que guloseimas devem ser consumidas, mas raramente e com moderação. Uma banana maçã é doce, porque não subistituir o doce por uma banana? Assim funciona na minha casa.
O mais engrçado é que as pessoas que criticam o peso da minha filha, são as que se alimentam da pior foma que já vi. Trocam um prato de arroz e feijão por um salgado frito, e um suco de laranja natural por um guaraná.
Seguem neste link algumas receitas de saladas muito gostosas, agora para o verão.

Deem uma conferida, vale a saúde!

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Nascer com respeito

Ontem fui acompanhar minha cunhadinha que está grávida ao encontro do grupo Nascer com Respeito, coordenado pela Patrícia Bortolotto (Doula) e pela Felicitas Kemmsies (Doula). O grupa se reune quinzenalmente, às quintas-feiras para debater assuntos relacionados ao nascimento (da mãe, do pai e do bebê).
Foi maravilhoso, indescritível!
Fiquei muito feliz por ver que tudo que tenho idealizado para uma próxima gestação é real, pode aontecer de uma form bem legal. Parto natural domiciliar, mães que tiveram cesárea e depois parto natural, exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico, exercícios de correção postural.
O tema do encotro ontem foi O Pós Parto, e fiquei encantada como o pós parto é mais abrangente do que todos pensam. Não é só a recuperação física, mas uma recuperação mental, social, familiar!
Adorei. PAra quem for de Curitiba e se interessar, entre no site!
Família feliz é família bem informada e preparada!!!!!!!!!!!!!

Leia também:
Não aceite informação pela metade
Sexo X Filhos X Casamento
Semana Mundial da Amamentação
Amor e Lealdade

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Muitas dificuldades...

Como já foi abordado no blog da , os maiores desafios ainda são a comunicação PAIS X ESCOLA. Tenho passado por essa dificuldade quase diariamente e ainda estou à procura de soluções. MAs abordei esse assunto para lembrar que estamos na última semana do Concurso Escola, então vamos participar. O debate está maravilhoso nos blogs da Rê e da Sam, que discutem quais os maiores desafios das escolas que escolhemos para nossos filhos e a metodologia aplicada por esta escola, aqui no Lu Ivanike você participa comentando e opinando sobre as diferentes formas de agir diate das difiuldades encontradas nas escolas de nossos filhos!

PArticipem, ainda há tempo!

sábado, 4 de outubro de 2008

E mais desafios na escola...

Esta semana tive alguns probleminhas da escolinha da Daniela e, sinceramente, estou sem saber como agir!
Um dia na semana ela quiz levar um Papai Noel que canta e dança para um coleguinha ver, chorou, esperneou e acabamos deixando que levasse, mesmo sabendo que o dia do brinquedo é na sexta-feira. No mesmo dia veio um BILHETE na agenda solicitando que a MAMÃE NÃO ENVIASSE BRINQUEDOS SE NÂO FOSSE DIA DO BRINQUEDO. Poxa, estou na salinha dela todos os dias, cumprimento as professoras todos os dias, podiam ter vindo me falar que era para evitar de enviar brinquedos, imagino o quanto deve atrapalhar o planejamento, mas a DAni NUNCA levou brinquedos fora do dia do brinquedo. Me senti ofendida com o bilhete e com a fuga da professora que agiu como se nada tivesse acontecido. Não sei o que eles fizeram, se chamaram a atenção da minha filha, se esconderam o boneco. EStou com essa dúvida ainda.
NA quinta-feira ela não levou brinquedo nenhum e, na agenda veio outra observação "MAMÃE, FAVOR ENVIAR 1 BRINQUEDO AMANHÃ QUE É O DIA DO BRINQUEDO". Mais uma vez, nada me foi dito na sala, somente um recado muito grosseiro. Meu marido não gostou muito mas deixamos, afinal no outro dia ela levaria um brinquedo.
Ontem ela quiz levar novamente o Papai Noel, e somos muito conscientes de que todos brincam com os brinquedos de todos e que tem coleguinhas que quebram, riscam... Mas o Papai Noel voltou quebrado ao meio. Tudo bem, brincaram e quabraram. Só que mais uma vez, as professoram agiram como se nada tivesse acontecido. Não me falaram nada, só vi quando abri a sacola em casa! Meu marido , que foi buscar a Dani depois que eu já tinha buscado, disse que uma das professoras perguntou se tinha problema as crianças brincarem, mas não comentou o que tinha acontecido.
Ficamos muito chateados! É só um brinquedo, mas considero que a escola nos deve uma satisfação sobre o que aconteceu, qurm quebrou e em qual circunstância. Se foi acidente, se as crianças disputaram e o brinquedo quebrou, se alguém jogou na cabeça de outro coleguinha, se um coleguinha quebrou por maldade. E dependendo da situação cobrariamos providências (não, não quero que reponham o brinquedo, mas que os brinquedos que vão no DIA DO BRINQUEDO não voltem destruidos!
E, quanto a isso, vou fazer a diferença! Tentarei novamente dialogar com a pedagoga.
E você, já passou por situações assim? O que faria para mudar mais desafios da escola do seu filho?

Não deixe de participar do concurso escola, deixando seu depoimento aqui!

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

"Não aceite informação pela metade"


A Sam e a Kaká estão promovendo hoje a blogagem coletiva para divulgar a campanha do Mulher Consciente cujo slogan é "Não aceite informação pela metade". Uma das idéias do Outubro Rosa é divulgar o direito à mamografia gratuita anual a todas as mulheres com 40 anos ou mais.

Todos os anos milhares de mulheres são acometidas pelo câncer de mama, e o diagnóstico precoce favorece o tratamento.

Não existe justificativa mais forte que esta, a prevenção, para que nós, mulheres, comecemos a nos tocar e sentir nosso corpo. O toque é uma das formas de se descobrir irregularidades nas mamas. Ea forma mais precisa de diagnostico continua sendo a mamografia.

Por isso, se você tem 40 anos ou mais, ou 30 anos e casos de câncer de mama na família, realize o autoexame (segundo as novas normas da língua portuguesa) e faça mamografias anuais. Não dói e é um direito de toda mulher!


PS.: “A iluminação em rosa de monumentos públicos e edifícios privados em várias capitais brasileiras é uma das ações do Outubro Rosa e acontecerá ao longo do mês. Até hoje os monumentos confirmados são:

Santander Cultural – Edifício Altino Arantes - São Paulo/ SP

Pinacoteca do Estado de São Paulo - São Paulo/ SP

Cristo Redentor - Rio de Janeiro/ RJ (dias 28 e 29 de outubro)

Teatro Ópera de Arame - Curitiba/ PR

Farol da Barra - Salvador/ BA

Memorial JK - Brasília/ DF

Monumentos Usina do Gasômetro / Supercuia - Porto Alegre/ RS

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

E a educação pública...


Lendo o blog da Sam o post Ainda há muito o que fazer veio bem a calhar!
Ontem assisti a reportagem sobre a qualidade do ensino no Brasil e, mais uma vez, tive a certeza de que podemos fazer a diferença.

...De acordo com a Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, o Brasil de 2,4 milhões de analfabetos com idade entre 7 e 14 anos, dos quais 2,1 milhões (87,2%) frequentaram a escola no ano passado.(G1)

O que é isso?
O que as escolas estão ensinando?
O que estas crianaças fazem na escola?
O que os pais pensam sobre isso?

Infelizmente essa é a realidade. E por isso, eu e meu marido preferimos trabalhar mais e PAGAR para garantir uma educação escolar de qualidade, o que é um absurdo, porque é obrigação do Estado:

TÍTULO III
Do Direito à Educação e do Dever de Educar
Art. 4º. O dever do Estado com a educação escolar pública será efetivado mediante a
garantia de:
I - ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele não tiveram
acesso na idade própria;
II - progressiva extensão da obrigatoriedade e gratuidade ao ensino médio;
III - atendimento educacional especializado gratuito aos educandos com necessidades
especiais, preferencialmente na rede regular de ensino;
IV - atendimento gratuito em creches e pré-escolas às crianças de zero a seis anos de
idade;
V - acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da criação artística,
segundo a capacidade de cada um;
VI - oferta de ensino noturno regular, adequado às condições do educando;
VII - oferta de educação escolar regular para jovens e adultos, com características e
modalidades adequadas às suas necessidades e disponibilidades, garantindo-se aos que
forem trabalhadores as condições de acesso e permanência na escola;
VIII - atendimento ao educando, no ensino fundamental público, por meio de
programas suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência
à saúde;
IX - padrões mínimos de qualidade de ensino, definidos como a variedade e quantidade
mínimas, por aluno, de insumos indispensáveis ao desenvolvimento do processo de ensinoaprendizagem.


E o problema continua sendo a falta de sincronia entre teoria e prática. Uma pena, porque novamente, este ano, vamos às urnas e podemos contar nos dedos o número de candidatos que se propões a melhorar as condições em prol da qualidade da educação.
Sinto-me repetitiva, andando em círculos porque sempre que decido escrever sobre a educação sou tomada pela frustração. Mas sou otimista, e quero acreditr que nós, pais, faremos a diferença.
Vamos começar participando dos debates promovidos pelo Desabafo de Mãe no Concurso Escola que tem trazido muitas informações e histórias interessantes e pais que estão "tentado" fazer a diferença na educação escolar dos filhos.
O debate acontecerá até o dia 15 de outubro e os melhores comentários ganharão Kit Mercur Hot Weels (para quem participar do debate sobre Metodologia de Ensino no blog da Sam), Kit Mercur e o livro Exercícios de Ser Criança, de Manoel de Barros (para quem participar do debate sobre Os Principais desafios da escola do seu filho no blog da ) e o livro A Menina que Queria ser Anjo (para quem participar do debate sobre O que você faz para mudar os desafios da escola do seu filho AQUI no meu blog).
Os blogs Reporter mãe, Meu mundo e nada mais e Onde está a Oli? estão debatendo sobre sua influência na vida literária dos seus filhos.

Participem e ajudem a mudar o futuro da educação em nosso país!


Leia também...

E as cotas...
... Continuam causando polêmica!

Educação escolar em casa
Estava lendo sobre a educação formal em casa. Muitos pais optam...

Crianças que jantam com os pais...
Crianças que jantam com pais têm notas melhores, diz estudo

Lista dos 30 melhores livros infantis do ano
A Revista Crescer publicou em seu blog a lista dos 30 melhores livros infantis do ano

e-mail

terça-feira, 23 de setembro de 2008

SEXO X FILHOS X CASAMENTO X NEURAS...


No post Existe sexo depois do casamento? a Ceila comenta um desabafo feito no site Desabafo de Mãe e também comenta um "comentário" deixado por um leitor que faz uma crítica sincera e muito fundamentada. Já postei AQUI sobre o assunto e, sinceramente, acho que procuramos motivos para fugir da nossa vida sexual depois dos filhos.
Mas devemos SIM nos dar ao luxo de deixar a criançada na casa da vovó no sábado a noite, comprar um vinho saboroso, preparar um foundue, ligar uma música bem gostosa e namorar muito (e namorar não é só sexo, é conversar sobre TUDO que não seja FILHO, CASA, TRABALHO).
Talvez com um pouco de esforço e carinho tudo volte a ser como era antes (com algumas diferenças essenciais)!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

FEIRA DO CONHECIMENTO

Na quarta-feira passada, a escolinha da minha filha realizou a Feira do Conhecimento. Cada turma expôs atividades sobre determinado assunto e as ilustração do tema ficou por conta de sucatas.
Não é porque teve a participação da minha filha, mas ficou lindo demais. Digno das lágrimas que derramei!
A salinha dela fez sobre Animais Marinhos, mas os trabalhos incluiam vários anmimais de diferentes ambientes. orboletas com filtro de café usado, cobra com jornal e meia calça velha, abelhas com rolos de papel higiênicos, fantoches com caixinhas de pasta de dentes. Usaram de muita criatividade e capricho, Além de colocarem as crianças para explicar aos pais cada trabalho exposto!
Nossa! Como fiquei orgulhosa em ter matriculado minha filhota naquela escolinha! Como fiquei feliz em ver o quanto se produz e se atiça a imaginação das crianaças utilizando lixo (e não ficou de lado em casa, porque a Dani brinca com os trabalhos que ela ajudou a produzir).
Foram dois meses juntando caixas, garrafas e mandando para a escola. Foram dois meses de uniforme sujo de guache. Mas ficou tão lindo que a mãe coruja aqui tinha que dividir!
A minha participação ficou limitada ao envio da sucata. Mas a participação das crianças foi ativa!
E você? Tem participado da vida escolar de seu filho?
Comente aqui o que tem feito para que a vida escolar de seu filho não seja esquecida e possa ser a mais enriquecedora possível para ele no futuro. Participe do Concurso Escola e concorra ao livro A Menina que Queria ser Anjo . Basta deixar aqui seu relato sobre a forma que você faz a diferença na escola do seu filho!
Boa sorte!

terça-feira, 16 de setembro de 2008

O que você faz para mudar os desafios da escola do seu filho?


Já contei diversas histórias sobre acontecimentos na escolinha da Daniela.
Uma das que mais gosto de lembrar é a do Tampão. Foi uma aprendizado tanto para a escola, quanto para mim.
Quando a Daniela era um bebê comprei o livro "Tudo bem ser diferente" de Todd Parr e achei maravilhoso. Ele aborda as diferenças humanas de uma forma tão ilustrada e colorida que acho impossível não ficar encantada!
Por duas vezes minha filha teve que usar tampão nos olhos para tratar de um desvio que ela tem. A escola achou aquilo tudo muito diferente e, como proteção, a afastou das aulas de educação física e das brincadeiras de correr, com medo que ela se machucasse. Não era necessário, mas para a professora ela uma situação nova e DIFERENTE. Não bastasse a estranhesa da professora, os coleguinhas começaram a cuidar da Dani como se ela não enchergasse com o tampão. Queriam fazer tudo por ela, até dar comida na boca! A solução foi fazer o DIA DO TAMPÂO (sugestão de uma colega de orkut). LEvei uma caixa de tampões para e escola e todos os coleguinhas (devidamente autorizados pelos pais) usarm por uma tarde aquele adereço que tanto incomodava aos olhos de quem via. Resultado: a Daniela voltou a ter sossego pois todos, inclusive a professora, viram que o tampão não atrapalha em nada a vida de quem usa!
MAs venho contar essa história porque o site Mulheres na Rede está promovendo concursos culturais relacionados a escolas em parceria com os blogs:
A vida como a vida quer com debates sobre a metodologia das escolas;
Acontece aqui com debates sobre os desafios das escolas;
Lu Ivanike com debates sobre o que fazemos para mudar os desafios das escolas.
Reporter mãe, Meu mundo e nada mais e Onde está a Oli?, que debaterão sobre leitura.
Ou seja, estou promovendo uma discussão sobre nossa atuação enquanto pais na escola de nossos filhos. Eu fiz a diferença e me orgulho muito disso. E você? Conte aqui sua experiência, quais as maiores dificuldades que voê superou na escola de seus filhos.
O melhor depoimento aqui ganhará um exemplar do livro A menina que queria ser anjo de Walcir Carrasco. Os vencedores de todos os debates serão anunciados no dia 20 de outubro no site do Desabafo de Mãe. Então, comece a escrever hoje, pois o prazo é até 15 de outubro!
Boa sorte!!!!

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

ELEIÇÕES 2008

E lá se foram mais quatro anos. E novamente exerceremos obrigatoriamente nossa cidadaniaVou começar dizendo o quanto sou contra a obrigatoriedade da votação, deveria ser democrático e não obrigatório.

É por isso que a maioria das pessoas em idade eleitoral não lembra em quem votou para vereador na última eleição. Conheço pessoas que não lembram nem em quem votaram para prefeito!

por que aqui no Brasil coisas sérias sempre tem que virar palhaçada? O que falar sobre os candidatos a vereador aqui de Curitiba (Nem uqero imaginar do restante do Brasil):
Daniel Pastel;
Zé da Coxinha;
Tadeu do Pierogii;
A garota propaganda do Lauro Rodrigues...
Um assunto tão sério tratado como chacota. Depois o povo reclama que o país não vai para a frente.
Candidatos a prefeitura que caíram de pára-quedas na política ("Por uma cidade sem catracas", "Você está satisfeito, eu não!"...) e que prometem coisas que certamente não serão cumpridas. Fazer sua propaganda se prendendo apenas em bombardear o atual prefeito, isso é muita falta de criatividade.
Admito que meu candidato à prefeitura (Beto Richa) poderia ter feito mais nos últimos quatro anos pela cidade e também admito que ele fez muito pela cidade de Curitiba deixando de lado a região metropolitana, porém e infelizmente, o pvo não reconhece as melhorias que ele fez nas creches, nas escolas, asfaltos das ruas obras de urbanização e revitalização, mas meu voto é dele por priorizar à educação, que na minha opinição é a base para todo o restante dar certo!

Leia também...

Educação Religiosa nas escolas
Hoje a Gazeta do Povo publicou uma matéria que questiona a obrigatoriedade do ensino religioso nas escolas públicas.


Atividade extra-curricular é obrigatória
Orkut é tudo, é cultura (útil e inútil), é aprendizado, é democracia... Que muitas vezes não é respeitada!


Educação escolar em casa
Estava lendo sobre a educação formal em casa.


E as cotas...... Continuam causando polêmica!
E o legal é que a polêmica foi causada na

e-mail

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Ausência

Venho aqui informar o motivo da minha ausência.
Tive um problema de infecção nos olhos e estou me recuperando!
Como as letrinhas são muito miúdas tenho muita dificuldade em ler na tela do PC. Então ficarei ausente por mais algum tempo!
Tenho tentado ler e-mails. Então, se quuizerem me contctar, e só me escrever!
BEijos

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Alegrias...


Hoje vamos realizar nosso maior sonho (depois da Daniela): vamos pegar nosso primeiro carro.
Para muitos pode parecer meio bobo, mas para mim e para o Daniel é uma conquista imensa. Compramos nosso carro sem depender de pai e mãe. É o fim das saídas de táxi ( que saem os olhos da cara), o fim das saídas com Daniela em um braço e sombrinha em outro (dias de chuva eram meu maior terror)...
Enfim, nossa completa independência!
Beijos e boa sorte para nós.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Educação Religiosa nas Escolas...


Hoje a Gazeta do Povo publicou uma matéria que questiona a obrigatoriedade do ensino religioso nas escolas públicas.
Mesmo não tendo religião e sendo uma crítica ferrenha de ínumeras delas, considero muito importante o Ensino Religioso nas escolas sim.
O que não aprovo é ensinar a Religião Católica e a rezar o Pai Nosso. Sou a favor do ESTUDO das religiões, e nunca iria me opor se na escola da minha filha tivesse essa disciplina.
Acho importante que ela conheça todas as doutrinas e seitas para, no futuro, formar a própria opinião a respeito de "Deus". Não tenho o direito de privá-la desse conhecimento, eu o tive. Mas não aceitaria que lhe impusessem, na escola, que ela tem que rezar antes de se alimentar.
O Ensino Religioso é tão importante quanto a história, as religiões sempre tiveram grande influência em todoas os grande acontecimentos das humanidade.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Fim de semana...

... totalmente off line!
Depois de uma semana de intensas emoções mereço o fim de semana de folga de tudo, Inclusive da internet, mesmo tendo a elogiado tanto ontem, todo mortal precisa de um time com a família!
Então desejo a todos um ótimo fim de semana de muita curtição!

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Evolução Virtual


Há dois anos eu comecei este blog. A princípio foi a forma que meu marido encontrou de fazer com que eu enfrentasse problemas familiares sem mandar todo mundo para lugares horríveis.
Passei um ano assim, desabafando aqui. Depois que minha filha cresceu, passei a ter "mais tempo" para conhecer outras ferramentas do blog, além de escrever.
E escrever sobre meus problemas já não era mais suficiente. Aliás, esse assunto já era secundário para mim, afinal, se a intenção de ter um blog era a de ocupar a cabeça, o objetivo havia sido alcançado. Meu único prejúizo foi a redução drástica no número de comentários. Posts com conteúdo que não seja pessoal ão interessava aos visitantes do meu blog.
Comecei a pesquisar antes de escrever e aprendi a linkar tudo que achava interessante e que valia a pena. O resultado foi fantástico!
Escrevi posts dos quais me orgulhei, outros nem tanto. Mas cada um foi pensado minunciosamente, foi estudado e preparado. Nunca mais escrevi sem um embasamento teórico virtual muito forte. Tenho, cada dia mais, me apaixonado por este espaço.Cada dia mais me apaixonado pelo orkut e agora, a Sam me instigou a fazer parte da rede social Twitter. No início fiquei meio assustada, sem saber como começar a twitar. Faz quatro dias e tenho tirado de letra. Tenho procurado contatos com pessoas interessantes e aprendido ferramentas, como diminuir o tamanho do link por meio do TinyURL.com. Um exemplo: o link deste blog é http://www.luivanike.blogspot.com/ , com o TinyURL.com ele ficaria assim http://tinyurl.com/5ukfzu, o que economiza em letras, já que no Twitter são permitidos apenas 140 caracteres.
outra rede social a qual me afiliei foi o My Space. Lembra muito um orkut, porém tem a possibilidade de personalizar minha página. Acredito que tenha muitos mais atributos, que descobrirei hoje, com tempo!
Enfim, estou amando esta fase da minha vida. Não sou jornalista, mas adoro escrever e isso me basta!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Novo blog...

Lista de preços é meu novo blog.
Lá, contarei como está sendo a nossa nova aventura: controlar as finanças da família Ivanike Isolani. Nunca poupamos, muito menos planejamos o futuro. Simplesmente vvíamos com o que tínhamos. Até que decidimos fazer a maior aquisição das nossas vidas até os tempo atuais: compramos um carro! Um Palio vermelho (contra mau olhado!) lindo!
Mas, para poder paga, vamos ter que cortar todos os gastos possíveis e imagináveis, até as jujubas de sobremesa, ficaram para daqui há cinco anos!
Entrem lá e quem sabe ainda posso aprender mais coisas sobre finanças domésticas!

Leia também...

Finanças pessoais
Perguntas mais frequentes: Economia doméstica


BBel
Um estilo de vida


VEJA
Casais inteligentes enriquecem juntos - do namoro ao noivado



e-mail

sábado, 9 de agosto de 2008

Curitiba de musas e símbolos


No início do século 20, Curitiba vivia seu momento de capital literária. Eram os tempos dos poetas simbolistas. Guilherme Voitch

Ao comentar o frisson que Emiliano Perneta causava na Curitiba do início do século 20, o crítico literário Andrade Muricy afirmou que o poeta parecia sempre andar com uma banda de música à frente, tamanha a agitação do séquito de seguidores que ele arrastava pelas ruas da cidade. O deslumbramento atingiu seu ponto máximo em agosto de 1911, quando Perneta, depois de chegar em uma carruagem, foi coroado – literalmente –“príncipe dos poetas paranaenses” diante de uma multidão que se espremia no Parque Barigüi.

A idolatria se explica. Perneta foi o mais destacado em uma geração de escritores curitibanos que contou com Dario Vellozo, Silveira Neto, Júlio Perneta, Leôncio Correia, Romário Martins, entre outros. O grupo de poetas fez Curitiba ser uma espécie de capital do movimento simbolista no Brasil e revolucionou a vida cultural curitibana. “Eles foram a representação artística de uma cidade que se transformava”, afirma o historiador Marcelo Sutil.

A transformação era evidente. Em dez anos, de 1890 a 1900, a população de Curitiba tinha duplicado. A cidade via nascer uma nova elite econômica, respaldada pelo dinheiro do mate. Com essa elite, surgia uma maior preocupação estética. A cidade avançava rumo a dois extremos: o Batel e o Alto da Glória. As casas e casarões construídos já não eram as meias-águas, umas grudadas nas outras. Pela primeira vez, as residências eram construídas mais para dentro dos terrenos, separadas de seus vizinhos. “As casas passaram e ter jardins e serem vistas em três eixos, o que garantia uma série de melhorias sanitárias e de iluminação”, conta o arquiteto e professor da Universidade Positivo, Irã Dudeque.

A transformação atingia também os espaços públicos. Parques e praças eram construídos. Surgem nesse período o Passeio Público, a Praça Carlos Gomes e a Pracinha do Batel, cujo desenho fazia as referências aos temas gregos cantados pelos simbolistas.

A Rua XV de Novembro, consolidada como centro da cidade, recebia cafés, livrarias, cinemas e teatros e via nascer, onde antes era um depósito de lixo, a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A XV era o trajeto obrigatório de quem queria ver e ser visto e os simbolistas, no melhor estilo dândi, eram especialistas em chamar a atenção dos passantes pelo refinamento dos trajes.

Era a Belle Époque curitibana.

Na biblioteca

O grupo que mandou na cultura curitibana nas primeiras décadas do século 20 está intimamente relacionado a dois dos principais símbolos da cidade: o Gymnásio Paranaense, atual Colégio Estadual, e o Clube Curitibano. “Foi na biblioteca do Curitibano, que funcionava no centro da cidade, que esse grupo de amigos resolveu criar sua primeira revista literária, a Cenáculo”, explica a pesquisadora e professora aposentada da UFPR, Cassiana Lacerda.

A Cenáculo foi a primeira de muitas revistas em que os poetas publicavam suas obras. Por muito tempo, a própria revista do Clube Curitibano foi conduzida por Vellozo e Perneta. Era no Salão do Clube que Daryo Vellozo, principal orador do grupo, fazia suas apresentações e recebia autores de fora.

Mais tarde, Vellozo decidiu criar uma sede para as reuniões dos poetas e seus pupilos. Em sua própria chácara, na Vila Isabel, foi levantado o Templo das Musas, sede do Instituto Neo-Pitagórico.

O instituto, mantido pelo genro de Vellozo é um dos poucos locais a conservar obras e documentos dos simbolistas e do tempo da Curitiba das musas.

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Para pensar...

“Os filhos choram porque precisam de seus pais, mas os pais não estão presentes para consolá-los. Os filhos riem e precisam dividir suas alegrias com pessoas de dentro de suas casas, mas os pais já não sabem mais rir, ou simplesmente já perderam a graça das coisas. Os filhos se apaixonam e querem compartilhar com seus pais esse sentimento, mas os pais não acreditam mais no amor, já não se amam mais e não conseguem entender por que aquilo é tão arrebatador para um adolescente. Os filhos se entristecem, mas os pais não percebem a tristeza deles, porque tristes os pais também são. Alguns pais já acreditam que é normal não ser feliz e nada fazem para mudar suas trajetórias. Porém, o mais triste é quando os filhos precisam ser filhos, mas não podem porque do outro lado não há ninguém disponível para ser pai ou ser mãe. Daí em diante, o que resta a eles é seguir em frente, sozinhos, sem pai, sem mãe, sem amor, vulneráveis às coisas do mundo”, diz Geraldo Almeida, no seu livro E quando os filhos não podem ser aquilo que os pais sonharam?

Leia também...

Stress dos pais e as consequencias nos filhos
Estresse dos pais e as conseqüências nos filhos


Projetar nos filhos...
hoje me peguei pensando em muitos medos que tenho


Mais sobre a felicidade
Mais do que um estado de espírito ou um momento de intensa alegria, a felicidade pode ser real. A pergunta que


Amor e lealdade
Hoje comemoro 200 postagens!!!!! Nossa… nem


Felicidade de Mãe... Felicidade de gente
Ser mãe sempre parece um clichê.

e-mail

Vermelho como o céu

Esté o nome de um filme que venho recomendar.Vermelho como o céu é um filme Italiano com tantas abordagens interessantes que mereceu o prêmio do público na Mostra Internacional.
É um filme tocante, com um elenco infantil espetacular e uma abordagem sobre a cegueira tão doce e emocionante. Acontece em uma escola de crianças cegas, para onde Mirco é levado após um acidente que lhe rendeu a visão.
O mais bonito é ver que, como em todas as escolas, na escola especial não era diferente o relacionamento entre as crianças: um era o "machão" da turme que deixava todos os outros acoados e um era o herói que defendia os mais fracos.

Mas o filme é bonito por passar um ângulo diferente da cegueira e mostrar que a deficiêcia não pode ser considerado um obstáculo.


Outra sugestão de filme que deixo é Antes de Partir com Jack Nicholson e Morgan Freeman. O filme conta a história de dois homens (um muito rico e outro que lutou a vida toda para garantir uma boa vida aos filhos) com cancês em estágio terminal que decidem fugir e fazer tudo que sempre sonharam antes de morrer. Um filme muito bonito e engraçado, que deixa muito claro que dinheiro não trás felicidade (mas diga-se de passagem, ajuda!). Um filme que nos faz rependar o que estamos fazendo das nossas vidas HOJE e o que faríamos de soubéssemos que em breve ão a teríamos mais.

Leia também...

Lista dos 30 melhores livros do ano
A Revista Crescer publicou em seu blog a lista dos 30 .


O Caçador de pipas - O Filme
Na noite de quarta-feira, Daniel trabalhou a noite tode .


Tudo bem ser diferente
Hoje não postarei nenhuma receita. Acho que


Meme: Justiça, please, chega de impunidade
Bem, vou começar postando um texto um pouco longo mas muito valioso...

e-mail

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Atividade extra-curricular é obrigatória?

Orkut é tudo, é cultura (útil e inútil), é aprendizado, é democracia... Que muitas vezes não é respeitada!
Atire a primeira pedra que nunca se revoltou com a opinião de pessoas consideradas por você extremistas? Eu sempre me revolto. Participo de muitas comunidade sobre mães e filhos e, SEMPRE, me deparo com insultos e ofensas de pessoas que realmente não respeitam a opinião alheia (só não chegam às vias de fato por ser um instrumento virtual) e decidem que sua opinião é a correta e ponto. Devo ter assumido esse comportamento em algumas situações, mas considerar uma mãe menos mãe por não ter amamentado, ou porque optou por ter um parto cesáreo... Já é demais!
Mas, voltando ao título do post. Uma das discussões era sobre a obrigatoriedade da participação dos alunos em atividaes extra-curriculares. Já é mais que comprovado que atividades extra-curriculares aumentam o desempenho dos alunos na escola (leia atividades extra-curriculares como sendo visitas a museus, momentos de leitura de gibis, mangás, revistas de adolescentes, visitas a parques históricos ou não, debates sobre temas polêmicos). Alguns pais se ofenderam porque o professor de ciências passou para os alunos um vídeo que mostrava o sacrifício de cachorros de rua, o abate de porcos e vacas para consumo entre outras cenas muito chocantes. E direcionou a atividade para a defesa do vegetarianismo. Alguns alunos passaram mal e outros de negaram a assistir, sob pena de perder nota... Aff! Até que ponto a atividade extra-curricular deve ser obrigatória?
Se minha filha não quizesse assistir ao filme, deveria ser proposta para ela outra atividade que substituisse aquela que ela não queria participar. Certo?
Infelizmente, alguns educadores não respeitam os alunos como pessoas, o que acaba gerando um conflito entre Pais e Escola, e a consequente generalização de julgamentos. Nem todos são assim.
Se eu quizesse que minha filha aprendesse cristianismo, a colocaria em uma escola Católica e não reclamaria das aulas de religião. Porém, EU não quero incentivar essa crença nela, e portanto a colocarei em escolas que não trabalhaem religião. Prefiro abordar esse tema em casa na compania do pai dela.
Infelizmente todos estão errados. Pais e professores. A atividade extra-curricular deve acontecer em casa também. Passeios em família não devem ter apenas a conotação de "passeio". Em todos os lugarem tem-se algo a aprender, e ninguém melhor para demonstrar isso que a Sam, que em seu blog A vida como a vida quer relata em inúmeros posts passeios que ela fez com os filhos e que resultaram em grandes aprendizados para todos.
E, chega a ser engraçado, porque na minha família sempre íamos a vários lugares quando crianças, meus pais liam e nos contavam as histórias de todas as pessoas homenageadas nas placas de praças e parques, a origem do nome das ruas. Com meu irmão caçula (12 anos mais novo) meus pais já não tiveram esse mesmo entusiasmo. Uma pena, porque a infância dele se resumiu a vídeo game a Cartoon Network.
E você, o que acha das atividaes impostas pelas escolas? O que considera certo e errado? Pratica atividades educativas com os filhos ou amigos?

"Povo sem cultura é povo sem identidade e morre sem tradição."

Leia também...

Quem ama educa
Por que será que cada vez mais mãe e pai têm dificuldades de educar os filhos? .

Desenvolvimento Tardio
Venho postar hoje com uma dorzinha no peito .

Crianças que jantam com os pais...
Crianças que jantam com pais têm notas melhores, diz estudo

Stress
Stresse dos pais e as conseqüências nos filhos

e-mail

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

A nova muralha da China

Em pleno século XXI, na era da internet e do contato virtual com todo o mundo, atletas olímpicos serão privados de internet de boa qualidade.

Tudo porque, entre os investimentos feitos para as olimpíadas, está a construção de uma muralha que bloqueia sinas de internet suspeitos. Acesso ao Google, ao YouTube e ao Blogger é bloqueado, a sites que mencionem as palavras Tibete ou praça Tiananmen (onde ocorreu o massacre de estudantes que protestavam por mais democracia) também é bloqueado. E caso o internauta insista na pesquisa, além de ter a internet bloqueada, poderá receber a visita da polícia.


Isso porque o cerco está fechado, nada de pesquisas que estimulem a "liberdade de expressão" (CENSURA).


As medidas do governo para prevenir crimes virtuais são:


BANDA ESTREITA
Trinta mil fiscais, armados com 640 mil computadores, controlam tudo o que passa pela rede. Veja as barreiras que é preciso enfrentar para acessar um site ocidental, como o YouTube
LISTA NEGRA
Os provedores de internet têm uma relação com o nome dos sites proibidos pelo governo. Se o internauta digitar o endereço de algum deles (blogger.com, por exemplo), eles bloqueiam. Não aparece nenhuma mensagem específica; fica parecendo que foi um inocente problema técnico. A lista é alterada várias vezes por ano – e não é divulgada ao público.
PALAVRAS-CHAVE
Como a lista negra não consegue acompanhar o crescimento da internet (todo dia surgem milhares de novos sites), os chineses inventaram um sistema mais inteligente. Uma rede de computadores espiões analisa, em tempo real, todos os dados que entram e saem do país. Se detectar um de 500 termos proibidos, como "Tibete", bloqueia a página no ato.
SITES MUTILADOS
Para agradar aos ocidentais que vão visitar a China na Olimpíada, o governo liberou alguns sites que eram proibidos. Mas está manipulando o conteúdo deles. Um software espião intercepta todos os textos ou vídeos considerados "subversivos" – e apaga essas informações antes que elas cheguem à tela do internauta.
CRIME E CASTIGO
O governo dá uma punição às pessoas que insistem em acessar conteúdo proibido: corta totalmente a internet delas (durante um período determinado, que começa com dois minutos e vai subindo conforme a reincidência no delito). Não dá para acessar nenhum site, nem mesmo as páginas "legalizadas". Quem continuar tentando pode receber uma visita da polícia.
JEITINHO CHINÊS
Há uma brecha nisso tudo. As Virtual Private Networks (VPNs), redes particulares usadas por empresas ocidentais – que não sofrem censura nem espionagem. O chinês pode se conectar a amigos de outros países e montar uma VPN pirata. Mas isso não é fácil de fazer. "A maioria das pessoas não usa VPNs. Se usasse, o governo já teria feito algo a respeito", diz Richard Clayton, da Universidade de Cambridge


Mas não é só a China que institui a CENSURA virtual, veja alista de outros países que a aplicam:
CUBA
Só existe um provedor de acesso – o governo, que bloqueia sites estrangeiros. Até maio, era proibido ter computador em casa.
EGITO
Não censura a rede, mas persegue quem escrever contra o governo – um estudante pegou 4 anos de cadeia por isso.
IRÃ
Já prendeu mais de 20 blogueiros e se orgulha de barrar 10 milhões de sites "imorais" (que têm sexo, política ou religião).
SUÉCIA
A internet é grampeada pelo governo – supostamente, para combater sites de pedofilia, racismo e downloads piratas.
CORÉIA DO NORTE
Até o começo do ano, era proibido ter celular (quem fosse pego com um era condenado à morte). Internet, então...
ARÁBIA SAUDITA
O governo afirma bloquear 400 mil páginas – de sites estrangeiros a blogs escritos por mulheres árabes.
FONTE: SuperInteressante

E, atenção Blogueiros de plantão: Mais de 48 blogueiros estão presos pelo crime de manifestar a opinião!
Leia também:

A outra muralha da China
Suspensão parcial À censura
COI vai investigar censura à internet durante os jogos
China defende censura à internet


sexta-feira, 1 de agosto de 2008

BLOGAGEM COLETIVA - Semana Mundial da Amamentação

O Síndrome de Estocolmo está promovendo hoje a BLOGAGEM COLETIVA DA AMAMENTAÇÃO em comemoração à Semana Mundial da Amamentação. São diversas ações em prol da amamentação de bebês. A idéia é valorizar a amamentação exclusiva até os seis meses do bebê.
Amamentei a Daniela até os quatro meses exclusivamente no peito. A amamentação é um momento ntre mãe e filho e deve ser um momento de tranquilidade e paz para ambos. Não tive essa tranquilidade e essa paz, voltei a trabalhar e, quando podia sentar e amamenta, minha casa estava sempre cheia de visitas (se é quefamília é visita), o que tornava o momento conturbado para nós (muita gente falando, rindo, mexendo na minha filha)... Lembro muito bem quando voltei do trabalho e uma dessas pessoas inconvenientes estava no quarto dela falando sem parar. Foi a última vez que tentei amamentar minha filha e ela rejeitou. Não era mais prazeroso para nós. Me dói muito essa lembrança, fiz o que pude para manter a amamentação (tirava uma mamadeira grande de leite todos os dias para ir trabalhar) mas a família não colaborou (como sempre)!
Enfim, mamães que amamentam ou que em breve estarão amamentando, continuem com essa idéia e atitude. Os benefícios são pra todos!
Deixarei alguns sites e informativos sobre o assunto, e vamos amamentar!




















*A Mafalda está ajudando a divulgar a twittagem coletiva sobre amamentação e mandou um
Twitter
*Sites:
Senac
Relatos Matice
Amigas do Peito
Unicef

quinta-feira, 31 de julho de 2008

E a paternidade...

Tenho falado muito em maternidade, papel da mãe, angústias de mãe, dificulades da mãe moderna...
Mas todo filho tem um pai! E a paternidade, onde fica?
Meu pai sempre foi "Paizão", daquele que trabalha pra garantir o futuro dos filhos, que é carinhoso e firme. Daquele que ganhava o respeito só pelo olhar. Tenho algumas lembranças muito fortes dele: "Me chama de negão" e nos fazia cócegas ate falarmos "Negão". "Acorda Maria Bonita, levanta vai fazer o café..." era a nossa música de dormir (e é a música de dormir da Daniela também). Herdei dele alguns traços físicos e um pouco do gênio (nunca discuta com ele, você vai perder a razão com certeza). Lembro de dormir na cama dele antes da minha mãe mudar para nossa casa. Lembro dele cozinhar feijão quando éramos só nóse lembro dele ensinando minha Tia a fzer feijão pela janela! Ele esfregava a barba no nosso pescoço, ficava vermelho, mas era tão difertido (e ainda é, porque a Daniela faz carinho no Vovô só para ganhar cócegas de barba na palma da mão).Quanta lembrança gostosa.
Me peguei pensando na importãncia do meu pai em minha vida e concluí que ele foi importante como minha mãe (por isso não acho o papel da Mãe mais importante que o do Pai). Meus pais sempre fizeram tudo junto no que diz respeito a filhos. Não era responsabilidade de um ou de outro alguma atividade com os filhos.
Sempre passeávamos finais de semana (como era bom almoçar ou jantar em Antonina - bate e volta) e faziámos todos juntos.
E fiquei pensando... Será que a Daniela terá lembranças saudosas da infância dela? Me peguei pensando aqui em casa não dvidimos tarefas com ela, os dois dão banho, os dois dão comida, os dois trocam. E cada um de um jeito especial. enquanto o Pai corre pela casa com as blusas na mão, a Mãe olha torto e ela fica deitadinha esperando terminar. Enquanto o Pai faz avião com a colher, a mãe senta e dá a comida sem brincadeiras, afinal é uma refeição... Mas a mãe, canta, dança Xuxa, ensina a guardar os brinquedos e fala pelos cotovelos. Cada um com sua particularidade.
Que chato seria se pai e mãe fossem iguais!
Mas, voltando ao assunto, tenho muitas lembranças lindas com meu pai espero que a Daniela quando crescer lembre com a mesma emoção das brincadeiras especiais que temos.
Diogo Mainardi escreveu um text sobre O efeito da paternidade para a Revista Veja sobre as férias dos filhos. É hilário...

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Erva Mate

Existe uma bebida tão saborosa quanto o chá mate? Gelado ou quente?

Na minha opinião, não!

Sou praticamente viciada em chá mate (e suas variações de pêssego, limão, canela...), tomo todos os dias pelo menos uma caneca. Além de matar a sede tem um sabor e um aroma incomparáveis.

E, pesquisando, descobri que além das qualidades já citadas, chá mate é extremamente nutritivo.

Sim, ao contrário do que muitos pensam, não é só aguá com gosto. É um potente rejuvenescedor por combater os Radicais Livres, ser rico em vitraminas como as do complexo B, vitamina C, vitamina D, sais minerais, sais minerais, manganês e potássio.
O chá mate é minha preferência, porém outras ervas podem proporcionar benefícios variados. Sou adepta dos chás como calmantes, diuréticos, laxantes... por considerá-los menos agressivos do que medicamentos farmacêuticos.

Vou citar algumas propriedades de chás mais conhecidos e muito consumidos:

Boldo Estimulante da digestão, secreção biliar, distúrbios intestinais e hepáticos. Auxilia na cura de ressaca. O chá combate à prisão de ventre gases intestinais e transtorno do fígado, atua na degradação de gorduras, é indicado em intoxicações alcoólicas.
Camomila Alivia gases intestinais, desintoxica o fígado, auxilia no tratamento de reumatismo e da excitação nervosa, alivia enxaqueca, dores de dente, insônia, enjôos e é tônico para pele. Usado para cólicas em lactentes, regula os intestinos. É Antiinflamatório e calmante, utilizado em crises histéricas, depressivas e febres intermitentes. Externamente utilizado para queimaduras do sol e irritação nos olhos.
Cidreira (Capim Limão) Indutora do sono alivia dores de cabeça e gases intestinais, indicada para digestão, cólicas menstruais e intestinais, distúrbios renais, conjuntivites, tosse, espasmos, febres, diarréias, reumatismos, histerias, afecções do estômago, nervos e palpitações do coração. É sedativa, analgésica, calmante, diurética, hipotensora, depurativa, expectorante e antiálgica.
Carqueja Indicado para má digestão, cansaço físico, vermes intestinais, Prisão de ventre, gastrite, azia, anemia, fígado, rins, diabetes, inflamações urinárias, próstata, colesterol, gota, gastrite, afecções do baço e angina. Auxilia no processo de desintoxicação e emagrecimento. É revigorante das funções genitais, diurético, antiasmática, antibiótica e depurativa.
Erva Doce Calmante dos nervos, elimina mau hálito, toxinas da pele, gases intestinais, cólicas intestinais de criança e do ventre. Estimula o apetite, digestão, secreção biliar, restaura fluxo menstrual e aumenta o leite das lactantes. Bom contra azia, também utilizado na culinária como aromatizante. Hortelã Indicada para o tratamento da febre, vermes, espasmos, gases intestinais, sistema nervoso, inflamações uterinas, resfriado, faringite, tosse, afecções da garganta, coceiras, sarampo, inchaços, dor-de-cabeça, rinite, conjuntivite, cólicas, diarréia, problemas estomacais, intestinais e respiratórios. O chá é lactante, estimulante digestivo, antisséptico, descongestionante nasal, perspirante, anestésico e analgésico.
Sene Laxante, depurativo, vermífugo, elimina manchas brancas do corpo. Indicado para o mau funcionamento intestinal, alivia os problemas de hemorróidas e fissuras anais por facilitar as evacuações. Não é recomendado para crianças e durante a gravidez.
Chá Preto Alivia os sintomas de depressão e dor de cabeça. É tônico, energético, estimulante dos nervos, músculos e cérebro e auxilia no tratamento de obesidade. É o chá mais consumido no mundo.
Chá Preto com Canela Deliciosa mistura do Chá Preto energético e estimulante com a Canela aromática, resultou este chá suave e saudável que a Vemate oferece a você. Assim levamos até sua mesa a mais nobre qualidade, numa união deliciosa.
Canela É indicado contra ulcerações da gengiva, mucosa da boca, dores estomacais, diarréia, calafrios, tosses, amenorréia, pressão baixa, respiração ofegante, espasmos, escorbuto e reumatismos. É estimulante digestivo, hipertensora suave, antisséptica, carminativa, piolhicida, cardiotônica e adstringente.
Porangaba É altamente diurética, não laxativa, elimina o excesso de gordura e edemas. Tem ação tônica sobre a circulação e auxilia no emagrecimento. Auxilia no combate da fadiga, asma, bronquite, diarréias agudas, cólicas intestinais e inflamações renais. Ajuda a diminuir a barriga, estômago alto, pernas inchadas, gorduras localizadas, produzindo bem estar sem agredir seu organismo.
Chá de Frutas
Chá Misto Sabor Morango O chá é depurativo, vermífugo e diurético. Combate às areias da bexiga, retenção da urina e inflamação dos rins. Indicado em casos de azia, diarréia, reumatismo e gota. Contém, cálcio, ferro, fósforo e vitamina C.
Chá Misto Sabor Maracujá É refrescante, sedativo, calmante, diurético, desinfetante, antiinflamatório e depurativo. Indicado para insônia, dores em geral, combate diabete, asma e diarréia. A raiz e a semente combatem vermes.
Chá Misto Sabor de Cereja Calmante, vermífugo, elimina cálculos renais e da bílis. È bom para dores reumáticas, nervos, diarréias e regulador do sono. Combate gripes, anginas do peito e afecções da garganta.
Chá de Abacaxi Auxilia nas doenças respiratórias, dor de garganta, bronquite e previne osteoporose. É expectorante, depurativo, diurético, auxilia a digestão e as funções do fígado.
Chá de Maçã Além de muito saboroso, o chá é tônico, calmante, desinfetante bucal, sonífero, antidiarréico e diurético. Possui atividades antibacteriana, antiviral, antiinflamatória, ativa o fígado, dissolve o ácido úrico e indicado nas convalescenças. Ideal para digestão e reuniões sociais.
Chá de Maçã Seca
Chá Maçã com Canela Da combinação da maçã, fruto apreciado pelo sabor, com canela planta muito aromática, resultou esta bebida deliciosa e aromática que a Vemate oferece a você, levando até sua mesa a mais nobre qualidade.
Chá Pomar Da combinação de Ervas Flores & Frutas selecionadas, resultou esta bebida deliciosamente suave e aromática, que a Vemate oferece à você, para ser degustada quente ou gelada em qualquer hora ou momento.
Chá de Frutas Cítricas Com a mistura de Frutas Cítricas cuidadosamente selecionadas a Vemate oferece a seus consumidores este Chá Natural, aromático e suave, com a mais nobre qualidade, ideal para ser degustada quente ou gelada. Devido a seus ingredientes o Chá de Frutas Cítricas possui inúmeros benefícios à sua saúde, entre os principais podemos citar: calmante, ótimo para a garganta e intestinos e rico em Vitamina C.
Erva-Mate
Propriedades Nutritivas, Fisiológicas e Medicinais da Erva-Mate Análises e estudos sobre a erva-mate têm revelado uma composição que identifica diversas propriedades benéficas ao ser humano, pois o produto contém: alcalóides (cafeína, metilxantina, teofilina e teobromina), taninos (ácidos fólico e cafeico), vitaminas (A, B1, B2, C e E), sais minerais (alumínio, cálcio, fósforo, ferro, magnésio, manganês e potássio), proteínas (aminoácidos essenciais), glicídios (frutose, glucose, rafinose e sacarose), lipídios (óleos essenciais e substâncias ceráceas), além de celulose, dextrina, sacarina e gomas. Por isso a erva-mate é considerada "um alimento quase completo, pois contém a maioria dos nutrientes necessários ao nosso organismo". O consumo da erva-mate está ligado ao poder que ela tem de estimular a atividade física e mental, atuando beneficamente sobre os nervos e músculos, combatendo a fadiga, a sede e a fome, sem deixar efeitos colaterais como insônia e irritabilidade. A erva também atua sobre a circulação, acelerando o ritmo cardíaco e harmoniza o funcionamento bulbo-medular. Age sobre o tubo digestivo, facilita a digestão e favorece a evacuação e mictação. É considerada ainda um ótimo remédio para pele e reguladora das funções do coração e da respiração, além de exercer importante papel na regeneração celular. O Instituto Pasteur e a Sociedade Científica de Paris fez um estudo sobre o mate e relatou descobertas "nada menos inacreditáveis". Os pesquisadores concluíram que o mate contém praticamente todas as vitaminas necessárias para sustentar a vida. O estudo também relatou que "é difícil encontrar uma planta em qualquer lugar do mundo que se iguale ao valor nutricional do mate". Todas essas informações sobre chás foram retiradas do Estudante online.

Então, abusemos dos chás!